Os Tipos de Chocolate

Home»Blog da Doc»Os Tipos de Chocolate

Pode chocolate?! Sabe-se que o cacau é rico em flavonóides, antioxidantes que podem ter efeitos protetores cardiovasculares.

Mas você sabe quais são as diferenças entre os chocolates que você encontra nos supermercados?

O chocolate amargo, mais conhecido como 70% cacau ou mais, possui uma concentração de cacau maior, associada a menores quantidades de açúcar e gordura, sendo rico em flavonóides.

Estudos demonstram efeitos favoráveis desses chocolates, principalmente na doença coronariana, hipertensão arterial, insuficiência cardíaca, melhora do perfil lipídico, e também mostram que essa proteção diminui quando se adiciona leite ao chocolate.

O chocolate branco é basicamente a manteiga de cacau misturada com leite e açúcar, ou seja, rico em gordura e carboidratos. Nem deveria ser chamado de chocolate, se levássemos ao pé da letra!

O chocolate ao leite, leva em sua composição leite em pó ou leite condensado, tornando-o doce e cremoso, porém com maiores quantidades de açúcar e gordura, perdendo o lado bom que o cacau pode proporcionar à nossa saúde.

Logo, procure optar pelos chocolates mais amargos (70% cacau para cima), pois além dos benefícios acima, eles auxiliam também na redução da compulsão alimentar.
Antes de torcer o nariz para os amargos, tente se acostumar aos poucos ao sabor real de cacau que eles têm, e, em pouco tempo, os outros tipos serão doces demais para o seu novo paladar.

Consumir café, sem adoçar com nada, também ajuda neste processo. A cada 10 dias renovamos nossas papilas gustativas, e elas estarão desacostumadas a tanto açúcar.

Dessa maneira você mata a vontade de comer um doce e ainda desfruta dos benefícios. Mas, como em tudo na vida, o segredo está no equilíbrio. Em um plano alimentar bem balanceado, 25g de chocolate, 70% ou mais, podem adoçar o seu dia, te deixando, de quebra, mais saudável.

 

Referência: FLAMMER AJ, HERMANN F, SUDANO I, SPIEKER L, HERMANN M, COOPER KA, et al. Dark chocolate improves coronary vasomotion and reduces platelet reactivity. Circulation 2007;116:2376-82

Por | 2017-04-10T23:48:18-03:00 10/04/2017|Blog da Doc|

Leave A Comment

Avada WordPress Theme
Open chat
Olá! Aqui é a Dra. Flavia Denigris, tire suas dúvidas e agende sua consulta.
Powered by