Quer saber um pouco mais sobre os adoçantes comercializados no Brasil?

Home»Blog da Doc»Quer saber um pouco mais sobre os adoçantes comercializados no Brasil?

Adoçantes são substâncias que possuem o poder de adoçar elevado em relação à sacarose (açúcar) e podem ser classificados como naturais e artificiais.

O uso deles é bem comum, porém devemos ter atenção com as substâncias que ingerimos em nosso dia-a-dia, visando o cuidado com a saúde, visto que recentes estudos indicam que o uso prolongado de algumas dessas substâncias pode trazer efeitos negativos à saúde.

Confira alguns deles;

Aspartame: Um dos mais conhecidos adoçantes. Muito comum em refrigerantes, doces, goma de mascar. Seu uso traz preocupações aos consumidores devido à toxicidade e à capacidade que indicam dessa substância em longo prazo estar relacionada ao câncer. Não deve ser usado por fenilcetonúricos.

Ciclamato de sódio: É amplamente utilizado em produtos alimentícios e farmacêuticos. Adoçante alvo de diversas polêmicas, tendo estudos indicando que metabolização do ciclamato pelo organismo gera um produto tóxico com ação carcinogênica. Por segurança, seu consumo deve ser dentro das doses de segurança.

Esteviosídeo/Stévia: Produto natural não-tóxico e sem efeitos negativos conhecidos, nas dosagens recomendadas, tem se mostrado vantajosa em relação aos adoçantes artificiais, porém, seu sabor mais amargo, desagrada a muitos. Cuidado com as marcas que o misturam com adoçantes artificiais, procure as puras.

Sacarina sódica: Possui sódio em sua composição, podendo ser esse um fator de risco para hipertensos e pessoas com doenças renais, e já foi cogitado um potencial cancerígeno, não confirmado em humanos. Pesquisas já indicaram que seu uso durante o período gestacional pode estar associado à diminuição do crescimento do bebê e ao aparecimento de tumores malignos, porém outros estudos não confirmaram esses efeitos.

Sucralose: Feita a partir do açúcar e tem zero calorias. Muitos produtos incluindo refrigerantes, bebidas gasosas e doces são adoçados com sucralose. Possui cloro em sua composição, e pode comprometer a absorção de iodo na glândula tireoide. Também há estudos indicando que esta substância pode destruir as células beta pancreáticas, produtoras de insulina.

Xilitol: Pode ser encontrado em produtos como balas, gomas de mascar, caramelos e até cremes dentais. Possui sabor similar ao do açúcar, é um produto atóxico e que estudos indicam que pode trazer benefícios para a saúde, como no combate às cáries. Dentre os adoçantes, seria uma das melhores opções. A minha dica?
Prefira o sabor natural dos alimentos e deixe os adoçantes para as receitas de fim de semana e ocasiões especiais. Quando for usá-los, dê preferência ao Xilitol ou Stévia pura.

Fontes:
MELO, S. et al. Efeitos dos diferentes tipos de adoçantes dietéticos isolados nos parâmetros nutricionais e bioquímicos de ratos. Nutrire. 2015 Aug;40(2):153-161.
Mussatto, S. I., & Roberto, I. C. (2002). Xilitol: Edulcorante com efeitos benéficos para a saúde humana. Brazilian Journal of Pharmaceutical Sciences, 38(4), 401-413.

Por | 2017-04-11T00:10:10-03:00 11/04/2017|Blog da Doc|

Leave A Comment

Avada WordPress Theme
Open chat
Olá! Aqui é a Dra. Flavia Denigris, tire suas dúvidas e agende sua consulta.
Powered by